Quarentena (Verso Livre) - Rincon Sapiência Mp3 - 2020, Lancamentos, Rap

Qual Música você quer Baixar ?
Procure suas músicas ou acesse os lançamentos abaixo.

Quarentena (Verso Livre) – Rincon Sapiência Mp3 Download Grátis

Baixar Mp3 Ad
Baixar Quarentena (Verso Livre) - Rincon Sapiência Mp3

Baixar Quarentena (Verso Livre) – Rincon Sapiência em Mp3

Nome da música: Quarentena (Verso Livre)
Artista: Rincon Sapiência
Gênero: Rap
Ano de Lançamento: 2020
Formato do Arquivo: .mp3
Tamanho do Arquivo: 8,7 Mb
Qualidade: 320 Kbps


 
 

Baixar música ‘Quarentena (Verso Livre)’ novo sucesso do cantor Rincon Sapiência em 2020. Letra da música ‘Quarentena (Verso Livre)’ Lyrics logo abaixo. Depois disso, você pode baixar a música ‘Quarentena (Verso Livre)’ no formato Mp3 com boa qualidade em seu celular e de graça, portanto não perca mais tempo.

Baixar a música ‘Quarentena (Verso Livre)’ no celular de graça e em boa qualidade.

Ouvir a Música ‘Quarentena (Verso Livre) – Rincon Sapiência’


 

Letra da Música ‘Quarentena (Verso Livre)’


Eu só tenho a caneta memo
Quero mais que o trabalho não pare
Milionários não podem se exibir
E tirar da garagem a Ferrari

Quarentena problema pra todos
Até rico ficou no veneno
A roupa mais cara não sai do armário
Em casa ninguém tá te veno

O poder é uma busca
Processo
Em excesso
Insuportável
Esse nosso estágio é tão frágil
Todo mundo tá tão vulnerável

São cinco dedos em cada mão
Prejuízo pros dono de cinco letras
Sem fazer amor, vou fazer cifrão
Nessas horas eu tenho uma caneta

Jogo de bola
É só reprise
Bota Romário que é mil gol
A música é minha expertise
Espero fazer mais de mil flow

Mais de mil show
No melhor momento
Por enquanto, é nada de multidão
Quem falar o contrário, vai pegar mal
E é isso que eu chamo proibidão

Os fanáticos seguem no lambidão
No barulho da arminha, não durma
Arrependimento dói no coração
Digitaram errado na urna

Que saudades da vida noturna
Dos baile, as caixa que treme
Os negão dançando com caixão na mão
Eu não quero viver esse meme

Um barraco de 40 metro
Quando chove goteira prossegue
Os avós, filhos e netos
Tudo tão apertado não negue

Difícil dividir o memo teto
Nem o Bob segura esse reggae
Sem dinheiro não existe projeto
Fique em casa é só hashtag

Nem por isso não ache que é férias
Não dá mole que a coisa é séria
A cidade é um corpo e a quarentena
Anda desentupindo a artérias

O consumo que anda bem diluído
E o céu anda bem menos poluído
Se essa porra passar
Vamo fazer festa
Ou iremos voltar mais evoluídos?

Eu tô cheio de dúvidas
Ninguém liga pra nóis é créu
Todos querem o álcool em bar
Muitos querem o álcool em gel

Eu querendo andar ao léu
A janela do carro escancarar
No pião eu adoro passar batido
Mas odeio andar com essa máscara

Tudo passará ou não passará?
Eu querendo ser como pássaro
O cabelo muitos querem aparar
Vamo terminar tipo bárbaro

Sendo assim vou ficar na toca
O estúdio é o antivírus
Quero rua porque sou maloca
Quarenta é o antigiro

Lavo minhas mãos
Ligo as antenas
Os próximos episódios
Eu espero a cena

Seja a solução
Seja mais problema
É uma nova era
O início de um dilema

Natureza cobra
E ela não tem pena
Tenha a grana
Mas a grana não entra na arena

Não é questão de sorte
Tipo Mega Sena
Tô tentando ficar forte
Nessa quarentena
Waaaaaaawwwwwww